Notícias

Ato em Defesa da Vida reúne autoridades, na cidade de Divinópolis Por Assessoria de comunicação da diocese de Divinópolis 06/08/2018 - Atualizado em 06/08/2018 09h44

Ato em Defesa da Vida reúne autoridades, na cidade de Divinópolis
A+ a-

Após a divulgação da nota oficial da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), assinada pelo bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão, dom João Bosco Barbosa de Sousa, ofm, ‘Aborto e Democracia‘, bispos de dioceses catarinenses também se pronunciaram sobre o assunto. A legalização do aborto voltou à pauta nacional em uma audiência pública convocada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), realizada na sexta-feira, 3 de agosto, e nesta segunda-feira, 6. Na audiência, está sendo debatido a descriminalização do aborto discutida na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442. Na ADPF 442, o partido questiona os artigos 124 e 126 do Código Penal, que criminalizam a prática do aborto. O PSol pede que se exclua do âmbito de incidência dos dois artigos a interrupção voluntária da gravidez nas primeiras 12 semanas de gestação, alegando a violação de diversos princípios fundamentais.

Para o autor da ação, os dispositivos questionados ferem princípios constitucionais como a dignidade da pessoa humana, a cidadania, a não discriminação, a inviolabilidade da vida, a liberdade, a igualdade, a proibição de tortura ou o tratamento desumano e degradante, a saúde e o planejamento familiar das mulheres e os direitos sexuais e reprodutivos.

Na cidade de Divinópolis (MG), um grupo se reuniu para promover Atos em Defesa da Vida. Formado pela Pastoral Familiar Diocesana, equipes de Nossa Senhora, Missão Maria de Nazaré, Sacramento de Amor e diocese de Divinópolis, o grupo promoveu três eventos à favor da vida. O primeiro ato aconteceu na noite de quarta-feira, 1º de agosto, na Missa da Família, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, no bairro Bom Pastor, em Divinópolis(veja aqui). Já, o segundo Ato em Defesa da Vida aconteceu na Catedral Diocesana na noite de sexta-feira, 03 de agosto (veja aqui). O terceiro e último ato aconteceu na manhã do sábado, 4, no Salão Paroquial do Santuário de Santo Antônio. Estiveram presentes o bispo diocesano de Divinópolis e secretário do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da CNBB, dom José Carlos de Souza Campos; os padres frei Vicente Ronaldo e Cassimiro da Silva; a juíza de Direito da Vara da Família, Dra. Andréa Barcelos; o delegado regional da Polícia Civil, Dr. Leonardo Pio; a médica ginecologista, Dra. Fabíola Borges; o casal coordenador da Pastoral Familiar no Regional Leste 2 da CNBB, Sônia Rabello e Binho; membros das comunidades Sacramento de Amor e Missão Maria de Nazaré, e várias pessoas que são contra a legalização do aborto. O ato foi iniciado com uma fala do bispo diocesano. Em seguida, cada autoridade e representantes da Pastoral Familiar e das comunidades  fizeram uma breve exposição relacionada aos malefícios da legalização do aborto.

voltar
Receba artigos e notícias da CNBB Leste 2 Cadrastre seu e-mail...
Av. João Pinheiro, 39, 2º andar
Boa Viagem, Belo Horizonte - MG
30.130-183   Trace sua rota...


+55 (31) 3224-2434  -  3224-0017
© 2014 - 2017 CNBB Regional Leste 2 - Todos os direitos reservados.