Artigos dos Bispos

A Páscoa de Cristo nos renova “Não fujamos da ressurreição de Jesus; nunca nos demos por mortos, suceda o que suceder” (EG 3).

Dom Marco Aurélio Gubiotti

Bispo diocesano de Itabira/Cel. Fabriciano

veja todos os artigos

15/04/2019 - Atualizado em 15/04/2019 10h19

A+ a-

Iremos celebrar com muita fé, em comunhão com toda a Igreja, a semana santa. Ela é o coroamento da quaresma, tempo de penitência e de conversão. É um tempo especial para cultivarmos uma espiritualidade da Paixão do Senhor e da cruz. É um momento rico para a oração e a contemplação do grande Sacrifício de Jesus, resultado de sua fidelidade e obediência ao Pai.

Para nós, viver a Semana Santa é acompanhar Jesus no seu percurso rumo ao calvário, que culmina na sua morte e, por conseguinte, sua ressurreição. É viver o vértice da caminhada de Jesus, que se entregou voluntariamente à morte para corresponder ao amor de Deus Pai, em perfeita união com sua vontade, para demonstrar o seu amor por nós.

A semana santa é um tempo de graça que o Senhor nos doa, para abrir as portas do nosso coração, da nossa vida, das nossas paróquias, comunidades, movimentos e pastorais e ‘sair’ ao encontro dos outros para levar a luz da verdade e a alegria da fé. A lógica da semana santa é a lógica do amor e do dom de si mesmo, que exige deixar de lado as comodidades de uma fé cansada e rotineira, para levar Cristo aos irmãos.

Na noite santa da Vigília Pascal, ouviremos: “Ó Deus, que iluminais esta noite santa com a glória da ressurreição do Senhor, despertai na vossa Igreja o espírito filial para que inteiramente renovados, vos sirvamos de todo coração”. Neste dia, celebrando a Páscoa de Cristo, nos alegramos por sermos renovados por sua ressurreição para amar e servir.

Renovados pela Páscoa do Senhor temos a missão de torná-la acessível aos irmãos e irmãs que vivem numa realidade marcada pelo pecado e a morte, manifestando com o próprio testemunho a vivência do mandamento do amor, saindo de si ao encontro dos outros, buscando novos caminhos pelo direito e pela justiça, para que aconteçam políticas públicas, promovendo a dignidade e permanecendo junto de quem a vida feriu. “Não fujamos da ressurreição de Jesus; nunca nos demos por mortos, suceda o que suceder” (EG 3).

Irmãos e irmãs, ao celebrarmos a Páscoa do Senhor, alegremo-nos por participarmos de tão profundo e grandioso mistério a nós revelado. A grandeza de Deus está no fato de tornar-se pequeno, fazer-se servo, olhar em nossos olhos, se curvar diante da nossa fraqueza, da nossa pobreza e do nosso sofrimento; assumir nossa condição de pecadores para nos redimir. Como cristãos, nossa missão é anunciar Cristo Vivo e Ressuscitado onde quer que nos encontremos, naquilo que somos e fazemos. Para este anúncio se faz necessário um sair para ir ao encontro. Esta saída missionária exige profunda conversão, pois é um processo pascal que implica vida, morte e ressurreição.

Celebremos e anunciemos a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo e participemos da construção de Políticas Públicas na defesa da vida, dos direitos, do bem comum, da justiça e da paz.

Acolhemos a Páscoa do Senhor como um convite de renovação em nossa vida cristã.

Desejo a todos uma feliz e Santa Páscoa.

Deus abençoe e esteja com todos, a PAZ do Cristo Ressuscitado!

voltar
Receba artigos e notícias da CNBB Leste 2 Cadrastre seu e-mail...
Av. João Pinheiro, 39, 2º andar
Boa Viagem, Belo Horizonte - MG
30.130-183   Trace sua rota...


+55 (31) 3224-2434  -  3224-0017
© 2014 - 2017 CNBB Regional Leste 2 - Todos os direitos reservados.
acesso