Artigos dos Bispos

Eleições 2018

Dom Gil Antônio Moreira

Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora - MG

veja todos os artigos

08/10/2018 - Atualizado em 08/10/2018 11h11

A+ a-

Para auxiliar os fiéis no exercício de sua cidadania, a Arquidiocese de Juiz de Fora ofereceu aos seus fiéis orientações a respeito das atuais eleições. O texto inspirou-se no Evangelho, na afirmação do Papa Francisco que diz que todos os cristãos, incluindo os Pastores, são chamados a preocupar-se com a construção de um mundo melhor (Evangelii Gaudium 183), e na Mensagem da CNBB publicada em abril passado, onde se lê: É imperativo assegurar que as eleições sejam realizadas dentro dos princípios democráticos e éticos para que se restabeleçam a confiança e a esperança tão abaladas do povo brasileiro (Mensagem 56ª Ass. Geral - 2018). O texto não tem a pretensão de esgotar todos os temas a serem pensados, podendo o eleitor cristão se valer de tantos outros pronunciamentos iluminadores da Igreja, da CNBB e da Arquidiocese.

Pelo método de perguntas e respostas, na mensagem destacam-se alguns temas. O primeiro trata das questões do conhecimento, pois, antes de tudo, é preciso observar a vida pregressa do candidato (a). Saber se é honesto (a), se não está envolvido (a) com corrupção, ou seja, se tem ficha limpa, conforme a Lei 135/2010, que torna inelegível quem tenha sido condenado em decisão proferida por órgão judicial colegiado. Tal lei foi uma grande conquista do povo brasileiro, através da iniciativa popular da CNBB. Saber se o candidato (a) é competente e preparado (a) para o cargo.

Duas questões versam sobre moral, visando esclarecer sobre ideologia de gênero e sobre o valor inalienável da vida. Sobre ideologia de gênero, afirma: “a Igreja respeita todas as pessoas sem distinção de qualquer espécie. Porém, tem o dever de alertar seus fiéis sobre os perigos de falsos conceitos ideológicos. A ideologia de gênero tenta impor à sociedade, sobretudo às crianças e jovens, que ninguém nasce homem ou mulher. Ensina que a identidade sexual é uma construção pessoal e cultural. Tal ideologia, como afirma o Papa Francisco, “é contrária ao plano de Deus; é um erro da mente humana que provoca muita confusão e ataca a família” (Nápolis-2015). É preciso verificar se o candidato defende a família, considerando-a como célula-mater da sociedade, onde pai, mãe e filhos (as) são chamados a formar comunidade de amor e mútuo compromisso, escola de ética e moral e que possa reger-se, livremente, pelas suas convicções religiosas. Uma das caraterísticas inalienáveis da família é a geração biológica de filhos”.

Sobre o direito à vida, o texto deixa claro que o aborto é assassinato de seres humanos inocentes e indefesos. Fiel a Cristo, à ciência, e aos direitos humanos, a Igreja defende que a vida humana deve ser respeitada e protegida, de maneira absoluta, desde o momento da fecundação até a morte natural, pois trata-se de uma nova vida que, gerada no ventre da mãe, não é parte de seu corpo, mas outra pessoa que também merece viver. A Igreja defende a vida de ambos: mãe e filho (a). Ela ensina também que não só a vida dos nascituros deve ser protegida, mas também a vida dos jovens, dos adultos e dos idosos, devendo haver políticas públicas que promovam a vida de forma abrangente. Jesus Cristo veio para “que todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10).

Temas como saúde, educação, segurança e trabalho, dentre outras, devem estar na pauta principal. É importante escolher candidatos que tenham compromisso e reais propostas para resolver tais problemas graves em nosso País. Haja programas capazes de retirar famílias da situação de pobreza e a todos proporcionar paz e bem-estar social.

Por fim, quem é cristão, deve se colocar diante de Deus, em oração sincera, pedindo as luzes do Espírito Santo para escolher corretamente a quem deve confiar seu voto. Jesus disse: Até agora nada pedistes! Pedi e recebereis, para que vossa alegria seja completa (Jo 16, 24). E ainda: Se vós que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do céu saberá dar o Espírito Santo aos que lho pedem” (Lc 11, 13).

Vote com consciência e fé, pois o futuro do Brasil está em suas mãos.

voltar
Receba artigos e notícias da CNBB Leste 2 Cadrastre seu e-mail...
Av. João Pinheiro, 39, 2º andar
Boa Viagem, Belo Horizonte - MG
30.130-183   Trace sua rota...


+55 (31) 3224-2434  -  3224-0017
© 2014 - 2017 CNBB Regional Leste 2 - Todos os direitos reservados.