Artigos dos Bispos

Mudar é preciso Determinadas mudanças necessitam de uma total varredura das peças ofensivas e prejudiciais.

Dom Paulo Mendes Peixoto

Arcebispo Metropolitano de Uberaba – MG

veja todos os artigos

16/01/2018 - Atualizado em 29/01/2018 10h35

A+ a-

Na Igreja dizemos a palavra “conversão”, mudança de vida, ao receber uma boa notícia. Essa foi sempre a proposta de João Batista na preparação para a chegada de Jesus Cristo. João dizia: “Convertei-vos, pois o Reino dos Céus está próximo” (Mt 3,2). É referência a um passado e a um presente, a eminência de uma realidade nova, que exige também posturas renovadas de vida.

Determinadas mudanças necessitam de uma total varredura das peças ofensivas e prejudiciais. É o caso do Brasil, comandado por pessoas envolvidas com crime e marginalização. Portanto, peças não gratas, que orquestram maquinações de corrupção contra o povo e se estruturam para continuar no poder. Por isso a população está no fundo do poço, neutralizada e sem força para agir.

Desde suas origens, o Brasil vem sendo roubado e assaltado pelas oligarquias do ter e do poder. Como dar um basta nisso sem o convencimento da força que o povo tem nas mãos. Sentimos que a população brasileira está neutralizada e sem estímulo para a organização, sem força de ir para as ruas e às urnas. Mais do que nunca, alguma coisa realmente séria tem que ser mudada no país.

Nínive era uma cidade infiel, mas convocada pelas palavras do profeta Jonas, a um processo de conversão, e quem aceitasse, seria salvo. A mudança foi total atingindo, inclusivo, o rei do Império dos gentios (Jo 3,6). A voz de Jonas precisa ser ouvida no Brasil, a começar por quem é privilegiado pela prática da corrupção, da desonestidade e gerador de pobreza e violência no país.

O termo conversão era frequente nas palavras de Jesus, e tinha sentido de mudança de atitudes. Além de ser uma realidade pessoal, o era também na libertação social. Jesus não se conformava com a exploração feita aos pobres. Não deu principal atenção para os ricos e poderosos, porque seu deus é o dinheiro. Chegou a dizer: “Pois onde estiver o teu tesouro, aí estará o teu coração” (Mt 6,21).

O interessante é que a vida na terra é provisória e passa com tanta rapidez. Caminhamos para realidade definitiva, fora do tempo, que supõe sincronia com o provisório. Jesus confirma isso dizendo que Ele não quer a morte do pecador, e sim que ele se converta e viva. É impossível praticar a fé, a esperança e a caridade sem passar pelo caminho da mudança.

voltar
Receba artigos e notícias da CNBB Leste 2 Cadrastre seu e-mail...
Av. João Pinheiro, 39, 2º andar
Boa Viagem, Belo Horizonte - MG
30.130-183   Trace sua rota...


+55 (31) 3224-2434  -  3224-0017
© 2014 - 2017 CNBB Regional Leste 2 - Todos os direitos reservados.